O que o amor faz com nosso corpo

amor pode fazer nosso corpo passar por mudanças físicas e químicas que acontecem quando estamos viciados em amor, Fique atento a mais esta incrível matéria sobre atuação do amor no nosso corpo, pois ele desperta fortes emoções e estas acarretam liberação de hormônios, oxitocina e algumas mudanças químicas que fazem grandes mudanças no nosso corpo, portanto fique atento em o que o amor faz com o nosso corpo.

Dizem que o amor é uma das drogas mais poderosas do mundo, não é?

casal felicidade

As pessoas sabem desde tempos imemoriais que o amor é uma das drogas mais poderosas do mundo, mas agora os especialistas e cientistas estão realizando estudos para provar isso na saúde. Quando uma pessoa se apaixona, seu corpo sofre uma série de reações diferentes para moldá-lo e fazer você sentir coisas que você nunca sentiu antes.

Estados do amor em nosso corpo

Para você saber o que acontece em nossos corpos quando nos apaixonamos, os cientistas dividiram os estados de amor em três estados chamados: atraçãoobsessão e apego. Nesses três estados, o nosso corpo agi de forma diferente e pode ser demonstrado pelas diferentes alterações hormonais e fisiológicas que sofremos. Então vamos explicar mais sobre os diferentes estados para que você possa verificar o que acontece no nosso corpo ao se apaixonar.

casal apaixonado

O estado de atração: Esta é a fase em que as pessoas começam a se apaixonar e acreditam que tudo o que fazem a outra pessoa é magnífico. Durante esta fase da paixão nosso corpo começa a secretar um tipo natural de anfetamina chamado feniletilamina, a partir do momento em que nós encontramos nosso parceiro. Depois de alguns meses, o nosso cérebro começa a reduzir a sua sensibilidade para esse componente e, portanto, vemos como nosso amor pode ir decaindo um pouco.

Os efeitos da feniletilamina no nosso organismo estão associados a sintomas que as pessoas comumente sentem quando estão amando, como a falta de apetite, não dormir à noite ou sentindo-se muito ativo durante todo o dia.

Os cientistas estimam que a duração da fase de atração dura cerca de 20 meses, por isso vamos ter tempo suficiente para se conhecem bem, procriar e cuidar do recém-nascido.

casal libido alta
  • O estado de obsessão: Muitas pessoas estão obcecadas desde o início com a pessoa que acabou de conhecer e não podem fazer nada, além de pensar nela. Este sentimento está intimamente relacionado com uma condição médica chamada TOC, como documentado por pesquisadores da Universidade de Pisa. As pessoas que estão nesta condição, como as pessoas que se apaixonam, sentem a necessidade de fazer coisas que podem parecer estranhas vistas por olhos diferentes. Isto porque, em ambos os casos, os níveis de serotonina no corpo são reduzidos e provocam esses sintomas que podem durar até que a relação seja estabelecida.
  • O estado de apego: Com o passar do tempo, as pessoas se sentem mais confortáveis compartilhando sua vida com os seus parceiros, de modo que o corpo sofre menos alterações hormonais e fisiológicas. Quando as pessoas chegam a uma certa idade, não buscam em seu parceiro algo muito ousado, mas sim preferem desfrutar a segurança e conforto que eles têm junto com o seu parceiro. Por isso nossos corpos tendem a produzir menos hormônios sexuais: mulheres menos estrogênio e os homens menos testosterona, o que faz com que o corpo se adapte a este estado.

O amor é claramente uma droga que nos marcará durante o curso de nossas vidas e das pessoas com quem compartilhamos.

O que o amor faz com nosso corpo
Rolar para o topo